terça-feira, 18 de novembro de 2008

Era uma vez Maria



Maria conhecia João, ele era pequeno e magrinho e ela era pequena e magrinha.
Eles eram tão próximos, tão próximos, tão próximos, paredes os dividiam... Mas ela, ela nem o notava. Pobre do João! Ele ainda mandou um recado, quando na faculdade entrou, ela ate que ficou feliz, mas não se entusiasmou.
Ele cresceu e ficou bonito, inteligente e engraçado e Maria também, mas seguiram rumos tão, tão diferentes... Ficaram tão, tão distantes... Ela se mudou!
Ele era tudo que um dia ela sonhou... Mas desse jeito crescido, ela não o encontrou.
Até amar, Maria amou, mas foi o Joaquim e não o João, mas o amor do Joaquim não deu certo e ficou para trás.
Já o João, no amor não dava certo... Nem com Teresa, nem com Joaquina, nem com Josefa que era tão bonita.
E não é que Maria o encontrou...
Mas nem se quer falou com João, ficou foi envergonhada com belo rapagão.
Foi num domingo qualquer numa noite qualquer... Não se sabe nem que data foi esse encontro...
Mas de uma coisa se sabe, é que Maria se encantou.
- Como o João está bonito! Ai João...
E seu coração palpitou!
É ela se apaixonou.
Coitada de Maria, só pensava em João, e o João nem sabia dessa paixão.
Ela o procurou... Procurou... Porém não o encontrou.
Mas o dia chegou... E andando distraída... Ela o achou, deu um sorriso baixo e logo passou.
– Mas porque não falei com o João?
Mas se arrependimento matasse... Maria estaria no chão.
E ela só pensa no João.
–Ai João...
Ah... Seu coração.
E mais uma surpresa chegou... Quase a matou...
O João... Mas não é que ele arrumou Jacira. E o pior, pior de tudo, quer dizer melhor para ele, o João estava apaixonado. Jacira não era tão bonita como Maria, mas tinha um bom coração.
Pobre de Maria... Ela entristeceu...
Ficou na desilusão...
Mas um dia Maria supera...
Até que encontre outra paixão, para esquecer o tal João.


Wedja Thuani 19/11/2008 00:15

Um comentário:

  1. e a desilusão faz Maria criar poema que de tão rimado + parece uma canção.

    xero de bernarda que nem entra na história

    ResponderExcluir